Terça-feira, 23 de Setembro de 2014

Ventinho de Outono

 

Boa tarde, quero passar

sou o ventinho do Outono

venho trazer-lhes o frio.

É bom para tirar o sono!

 

Ao passar roubei depressa

a uma senhora o chapéu.

Ela zangou-se comigo

correndo, cabeça ao léu.

 

E no parque fiz voar

papagaios de mil cores

As arvores agitavam-se

já sem folhas e sem flores

 

 

Escutem bem este conselho

que o vento de Outono deixa:

saiam de casa abrigados

que eu não quero nenhuma queixa.

 

autor: Leonardo Antivero

 

 



publicado por Bibliotecas de Penedono às 13:31
O blogue das Bibliotecas de Penedono
links
 
blogs SAPO