Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2009

Alexandre Parafita, natural de Sabrosa (Trás-os-Montes), possui o Doutoramento em Cultura Portuguesa pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e o Mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior (UBI).

É investigador de literatura oral tradicional, docente do ensino superior e jornalista. Faz parte dos quadros da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, onde é técnico-superior, leccionando também ao Curso de Professores do 1º Ciclo. Na UTAD realizou o seu Doutoramento em Cultura Portuguesa, na especialidade de Tradições Orais e Cultura Popular.

Lecciona igualmente, como professor convidado, na Escola Superior de Educação Jean Piaget/Nordeste e é investigador do Centro de Tradições Populares Portuguesas da Universidade de Lisboa.

Foi jornalista profissional durante quase 20 anos e Director de um Semanário regional durante 4. Tem colaborado ainda em muitos jornais e revistas, regionais e nacionais.

Como escritor, é autor de várias dezenas de títulos, e a sua obra incide, fundamentalmente, na literatura infantil e infanto-juvenil e nos estudos de literatura oral tradicional. Tem livros publicados nas principais editoras portuguesas. É lido por muitos milhares de crianças e alguns dos seus livros têm tido reedições sucessivas.

A sua obra figura em manuais escolares. Vários livros seus são bibliografia obrigatória em Universidades e Escolas Superiores de Educação.

Fez mais de uma centena de conferências em Bibliotecas, Escolas e Universidades de todo o País, sobre literatura infantil, literatura oral tradicional e cultura popular.

Os seus trabalhos, como investigador de literatura oral tradicional, permitiram-lhe já resgatar cerca de um milhar de textos inéditos em risco de perderem-se na memória oral do povo. Várias centenas publicou-os já na colecção “Tesouros da Memória” da Plátano Editora. Sobre este trabalho tem feito intervenções em espaços televisivos: RTP, SIC, TVI, NTV e RTP Internacional.

 

Da sua bibliografia, são de destacar:

 

Literatura infantil e infanto-juvenil:

· Uma Andorinha no Alpendre (Civilização, 1994)

· A Lenda da Princesa Marroquina (Europress, 1995)

· O Segredo do Vale das Fontes (Europress, 1996)

· Chovia Ouro no Bosque (Porto Editora, 1996)

· A Princesinha dos Bordados de Ouro (Porto Editora, 1996)

· O Último Gaiteiro (Europress, 1997)

· As Aventuras de Rik & Rok (co-autor, Impala, 1998)

· Histórias de Natal Contadas em Verso (Âncora, 2000)

· As três touquinhas brancas (Plátano Editora, 2000)

· Branca Flor, o Príncipe e o Demónio (ASA, 2001)

· A mala vazia (Âmbar, 2003)

· Diabos, diabritos e outros mafarricos (Texto Editora, 2003)

· Bruxas, feiticeiras e suas maroteiras (Texto Editora, 2003)

· O Conselheiro do Rei (Impala, 2004)

· Histórias de Arte e Manhas (Texto Editores, 2005)

· Contos de Animais com Manhas de Gente (Âmbar, 2005)

 

Literatura Oral Tradicional:

· A Comunicação e a Literatura Popular (Plátano Editora, 1999)

· O Maravilhoso Popular - Lendas. Contos. Mitos (Plátano Editora, 2000)

· Antologia de Contos Populares – Vol. 1: Contos religiosos, contos de fadas, contos novelescos, contos do demónio estúpido (Plátano Editora, 2001)

· Antologia de Contos Populares – Vol. 2: Contos jocosos e divertidos (Plátano Editora, 2002)

· A Mitologia dos Mouros (Gailivro, 2006)

 
BE

 

 

 

 

 

 



publicado por Bibliotecas de Penedono às 18:40
O blogue das Bibliotecas de Penedono
links
 
blogs SAPO