Quarta-feira, 02 de Junho de 2010


O livro começa por apresentar uma ideia breve do que é um hobbit. Segundo a obra, um hobbit é um ser de pequena estatura que é fascinado pela organização e pelo conforto.

A personagem principal desta história é Bilbo Baggins, um hobbit que vive num buraco muito organizado e que anda sempre descansado da sua vida feliz e pacata.

Um certo dia, Bilbo depara-se com Gandalf. Este era um feiticeiro que queria encontrar um tesouro que tinha sido roubado e agora estava guardado pelo Dragão e, portanto, pretendia a ajuda de Bilbo. Como vivia sossegado e sem problemas, o nosso hobbit não mostrou interesse no convite de Gandalf e abandonou-o no sítio onde ele estava. Porém, como Bilbo Baggins era resultado da junção de duas famílias importantes, era visto como um caçador ao tesouro fundamental.

Dias depois, a casa de Bilbo é invadida por 13 anões que foram igualmente escolhidos para ir em busca de toda a riqueza.

O desenrolar da história, nos capítulos seguintes, fala das peripécias que o grupo de caçadores teve de enfrentar para alcançar o tesouro.

No final de tão grandes aventuras, e após acharem o local que desejavam atingir, onde se encontrava o Dragão Smaug e toda aquela quantidade de ouro, Bilbo e Gandalf despedem-se dos seus companheiros, uma vez que o objectivo estava cumprido… ainda que a muito custo. Pode dizer-se que deitaram sangue, suor e lágrimas para vencer todos os obstáculos e batalhas que tiveram de enfrentar!

É, de facto, um livro bastante curioso e interessante de ler. Para quem gosta de livros de aventura e de seres irreais, este é sem dúvida o livro certo!

 

 

Júlio José Martins Coutinho Cabral e Lopes, 9ºA



publicado por Bibliotecas de Penedono às 09:02
O blogue das Bibliotecas de Penedono
links
 
blogs SAPO