Quinta-feira, 04 de Fevereiro de 2010

 

O Pacto (de Gemma Malley, editado pela Presença) é um livro que fala de um futuro onde as pessoas se tornam imortais, mas, devido à falta de recursos, não podem ter filhos e assinam um pacto para garantir que não os terão. As pessoas que quebrassem o pacto eram presas e os filhos eram encaminhados para uma instituição onde eram ensinados, desde pequenos a adolescentes, a ser um bem para as pessoas... ainda que a única forma de o fazer fosse servir os que nunca quebraram o pacto.

Este livro aborda sobretudo a vida de uma adolescente cujo nome era Anna e cujos pais quebraram o pacto, vindo a ser presos e sendo ela entregue à referida instituição desde pequena. Lá, as crianças não tinham nome, eram tratados apenas por “Excedentes”, e os adultos eram muito rigorosos com as crianças, ou lhes batiam ou as mandavam para a solitária. Um dia, um novo excedente entrou na instituição e o seu dever era tirar Anna dali, para voltar para os seus pais. Durante o desenrolar da história, eles fogem sem terem a mínima noção do que estavam a fazer... Quando são descobertos, os pais de Anna morrem para a salvar a ela, bem como ao seu irmão (que ela acaba por conhecer); o seu companheiro de fuga descobre que é filho da dona da instituição (que matou o seu ex marido para dar a liberdade ao filho).

No meu entender, este livro é muito bonito, pois fala de um romance do futuro e eu aconselho a sua leitura.

 

Ana Catarina Espírito Santo, nº2, 9ºA

BE



publicado por Bibliotecas de Penedono às 11:40
O blogue das Bibliotecas de Penedono
links
 
blogs SAPO