Domingo, 14 de Outubro de 2012

 

Mo Yan (pseudónimo literário de Guan Moye) é o vencedor do Prémio Nobel da Literatura. Tem 57 anos e é um dos escritores chineses contemporâneos mais publicados fora da China.

Os romances de Mo Yan estão enraizados na China rural, onde nasceu.
A sua obra mais recente, "Frog", aborda um tema especialmente sensível: a prática de abortos forçados na China devido à drástica política de controlo da natalidade imposta há três décadas sob a fórmula "um casal, um filho".

Mo Yan considera que "um escritor deve enterrar os seus pensamentos e transmiti-los através dos personagens dos seus romances".

O pseudónimo que criou significa, aliás, "não fales".



Ler mais aqui



publicado por Bibliotecas de Penedono às 18:18
O blogue das Bibliotecas de Penedono
links
 
blogs SAPO