Sexta-feira, 01 de Junho de 2012

Às crianças que todos nós fomos

Às crianças que quase todos nós sonhámos ter
Às crianças que alguns de nós tivemos

Às crianças que já educámos
Às crianças que já ensinámos
Às crianças que já fizemos crescer

E às crianças que ainda possamos ter dentro de nós -
Visíveis no gesto irreflectido
Na palavra às vezes inocente, às vezes cruel
E no espanto de quem olha para tudo pela primeira vez
E descobre que tem ainda tanto para aprender.

Munacradi Dadai Calin


publicado por Bibliotecas de Penedono às 09:34
O blogue das Bibliotecas de Penedono
links
 
blogs SAPO